Técnicas de Sela – Sela cavalo – Estribos

O ato de selar de forma adequada um cavalo (técnicas de sela) é um procedimento que garante a segurança para o montador. A postura correta dos adereços e equipamentos é, aparentemente, um procedimento simples, mas que exige sim certa atenção.


Os cavalos são animais fortes e de boa envergadura muscular, não por acaso são exímios corredores e possuem uma longa contribuição, ao longo da história da humanidade, na agricultura e no transporte.

Contudo,  para ocorrer uma interação segura e saudável entre homem e animal, as técnicas de sela se constituem em um quesito básico de segurança, pois apenas um cavalo devidamente selado se deixa montar de maneira solícita e amigável, proporcionando dessa forma mais tranquilidade para o cavaleiro.

Sendo assim, é necessário que no ato inicial de selar, o montador se locomova de forma tranquila perto do animal, demonstrando calma. Caso seja necessário, vale mostrar os objetos para que ele fareje e reconheça ali o dono.
A manta utilizada sobre o lombo do animal não deve apresentar dobras, pois as mesmas podem machucar o cavalo, deixando-o desconfortável e irritado.

A manta é um importante detalhe e deve ficar posicionada de forma inclinada na linha dorsal. Nessa posição, ela acompanha o movimento da sela e permite uma melhor ventilação no dorso do equino. Além disso, é pertinente apertar a sela de forma gradual, verificando se é necessário regular o aperto da barrigueira.

A manta não deve estar impregnada de suor ou muito suja, pois nesse estado ela pode provocar irritação na pele do cavalo, bem como originar o surgimento de micoses.

Outro ponto importante é não apertar a barrigueira com muita rigidez, pois a sua função básica é manter a sela na posição correta durante as manobras súbitas.

Uma barrigueira ligeiramente apertada acarreta desconforto ao cavalo, fato esse que o faz corcovear.
Os cavalos possuem maneiras de se comunicar por meio de sinais. Os movimentos das narinas, orelhas e pescoço podem significar irritação, cansaço e desaprovação, características que devem ser notadas pelo montador no instante em que está a selar o animal.

Vale destacar também que, por mais que o cavalo seja manso e demonstre tranquilidade, movimentos bruscos na hora de jogar a sela podem causar estranheza. Portanto, ao seguir essas dicas, você garante a sua segurança e a segurança do seu animal ao efetuar técnicas de sela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *